4 dicas para ser um bom condutor

O Dia do Motorista é celebrado nesta segunda-feira (25). A data foi escolhida por ser o dia do santo católico São Cristóvão, padroeiro dos profissionais do transporte, e tem o objetivo de garantir o reconhecimento desses profissionais que são amplamente responsáveis pelo desenvolvimento da economia do Brasil. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em 2021, aproximadamente 1,5 milhão de pessoas trabalharam com o transporte de passageiros e cargas.

“Sabemos que respeitar as leis de trânsito, usar o cinto de segurança e manter o carro em boas condições são pré-requisitos básicos para ser um bom motorista. Também é responsabilidade do condutor manter todas as documentações e impostos do seu veículo em dia para evitar futuras dores de cabeça. Aliado a isso, ter soluções na palma da mão quando se trata de documentos veiculares tem sido fundamental para trazer mais praticidade e comodidade no dia a dia do condutor”, explica Matheus Packs, fundador do DOK Despachante, primeiro despachante online do Brasil. O executivo lista 4 dicas de boas práticas para ser um bom motorista:

Invista na direção defensiva

O dia a dia de um motorista não é fácil, é preciso estar atento a diversos sinais durante o percurso, principalmente para prever as ações do outro motorista e reconhecer situações que coloquem em perigo tanto o condutor, como os passageiros e os usuários da via. A direção defensiva está atrelada exatamente a isso, na melhor maneira de dirigir. Portanto, investir nisso é primordial para evitar acidentes de trânsito. Os cursos de direção defensiva tem o objetivo de aprimorar as técnicas de condução segura e estão disponíveis de forma online para condutores habilitados em duas ou mais rodas. Vale ressaltar que a escolha de um curso adequado está ligada a instituições que são reconhecidas no segmento.

Mantenha a documentação e impostos regularizados

Para manter os documentos do veículo sempre em dia, os proprietários devem estar atentos aos vencimentos dos débitos, pois o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) tem os prazos de pagamento divulgados anualmente pela Secretaria da Fazenda e Planejamento (Sefaz). Já o vencimento do Licenciamento é publicado a cada ano pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Por meio da Resolução n° 809 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), o uso do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo em meio eletrônico (CRLV-e) se tornou obrigatório a partir de 4 de janeiro de 2021. Dessa forma, a versão do documento impressa em papel-moeda deixou de ser emitida e o CRLV não é mais entregue de forma postal (pelos Correios). Sendo assim, o próprio proprietário do veículo pode acessar o certificado no aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) ou no site do Detran de seu estado. Vale lembrar que, caso o condutor tenha irregularidades no licenciamento pode gerar multa gravíssima no valor de R$293,47 e apreensão do veículo. O DPVAT em atraso acarreta em incidência de multa sobre o valor do seguro. Já, aos condutores que circulam sem a CNH ou estiverem com ela vencida podem ser multados.

Faça as revisões periódicas

Realizar manutenções preventivas no seu veículo é a garantia de trafegar com segurança pela cidade e evitar surpresas no caminho. Para isso, é preciso sempre contar com uma oficina de confiança para fazer os reparos necessários no seu automóvel, desde o rodízio de pneus, câmbio, troca de óleo, funcionamento do motor, ar condicionado, embreagem, freios, até a parte elétrica. Vale lembrar que, se seu carro estiver na garantia, a própria concessionária realiza as revisões. Além disso, a maioria dos fabricantes estipula que a verificação de alinhamento e balanceamento seja realizada a cada seis meses ou 10 mil quilômetros rodados. Alguns itens importantes, como substituição de vela de ignição e filtros de ar do motor, do ar-condicionado e do combustível, também devem ser revisados a cada seis meses. Se você pretende fazer uma viagem, é importante fazer uma revisão automotiva antes de pegar a estrada.

Atenção ao cumprimento das leis de trânsito

Segundo o Ipea, o Brasil ocupa a quinta posição no ranking mundial de vítimas de trânsito, atrás apenas da Índia, China, Estados Unidos e Rússia, com cerca de 22 mortes a cada 100 mil habitantes e mais de um terço dessas ocorrem por acidentes envolvendo motociclistas. Os números mostram que os índices de tragédia no trânsito ainda são alarmantes. Assim, é dever dos motoristas, pedestres e ciclistas, cumprirem as leis de trânsito para garantir a segurança e o bom funcionamento da cidade. É importante estar atento também à restrição de circulação de veículos em determinados horários em algumas cidades e municípios para evitar multas.

DOK Despachante
Primeiro despachante online do Brasil com o intuito de simplificar o dia a dia do condutor por meio de soluções tecnológicas para serviços veiculares, como o pagamento de débitos (multas, IPVA, licenciamento e dívida ativa).

maurelio
Author: maurelio

Deixe um comentário